Conheça o empreendedor que foi demitido por Justus de "O Aprendiz" e hoje fatura R$ 8 mi por ano

03/02/2016 21:09

NVO - Conheça o empreendedor que foi demitido por Justus de "O Aprendiz" e hoje fatura R$ 8 mi por ano

Em "O Aprendiz 5 – O Sócio", o apresentador do reality show, Roberto Justus, demitiu o candidato Hugo Rosin, que teve que sair do programa do mesmo modo que entrou: sem nada. Ou melhor, Rosin se despediu do programa sem adquirir bens materiais na edição, mas com bem mais sabedoria e prática nos negócios que antes.

A curiosidade, no entanto, fica por conta do motivo pelo qual Rosi foi demitido por Justus durante o programa. Na semi-final, o competidor relatou que não abandonaria o seu negócio (com faturamento de R$ 1 milhão por ano) para ser sócio do apresentador.

"Quando me inscrevi para o programa, pensei que seria possível conciliar as duas atividades. Porém, minha empresa estava em um momento de crescimento e não podia abandonar o negócio", disse Rosin ao Uol.

O tempo passou e, com ele, o investimento se intensificou. O ex-aprendiz continuou a investir em seu negócio que, por sua vez, não decepcionou. Hoje, a DVI Radiologia fatura cerca de R$ 8 milhões, através de franquias de raio-X odontológico.

- PUBLICIDADE -

O empresário acredita que o programa foi uma grande escola para o seu desenvolvimento. Segundo ele, o momento mais marcante aconteceu durante um teste de resistência em um quartel militar, que resultou na aplicação de várias provas físicas, psicológicas e de raciocínio lógico durante 24h. "Desenvolvi muita persistência, o que me ajuda nos negócios quando preciso rever os investimentos ou refazer o planejamento", disse Rosin ao Uol.

A DVI foi criada em 2006 na cidade de Ribeirão Preto, com investimento de R$ 600 mil. Durante o programa de TV, a empresa e suas três unidades eram comandadas pelos outros diretores, sócios de Rosin.

Em 2015, a empresa conta com 13 unidades, através do modelo de franquias. "Após o programa, amadureci muito e, consequentemente, meu negócio também. Ao me inscrever, buscava justamente aprimorar o lado gerencial.", afirma o ex-aprendiz. Segundo ele, foram realizados mais de 86 mil atendimentos na clínica durante o ano de 2014.